07/01/2022

5 ESTILOS DE POLTRONAS PARA UMA BOA LEITURA: ESCOLHA A SUA!

Hoje é dia do leitor. Para comemorar nosso dia, nada melhor do que simplesmente relaxar com aquele livro favorito. E por falar em descansar, é essencial escolher a dedo cada item que vai compor o seu cantinho predileto da casa (e tá tudo bem, você pode ter vááários). A gente sabe, uma decoração adequada é extremamente convidativa, e, sejamos sinceros, a escolha das suas peças é mais que uma simples ornamentação, é um estilo de vida. 


Nesse cenário, é quase impossível resistir a uma boa poltrona e cadeira de leitura, e são esses itens que eu vim mostrar hoje pra vocês.  No Atelier Clássico você encontra estilos para todos os gostos, então confere os que destaquei ótimos para um ambiente de leitura, os quais combinam elegância e conforto.



1. Poltrona Papa Bear com Puff Madeira Maciça Artesian Clássicos de Design by Hans J. Wegner


Essa escolha não tem como errar. Aquele design contemporâneo que combina com diversos cômodos da casa. Cabe bem numa sala, terraço ou até mesmo no quarto. Contando com detalhes sofisticados, ele apresenta apoio para os braços e para as pernas. É tudo o que a gente pede de conforto para uma boa leitura.


Encontre-a aqui.





***


2. Poltrona Moza Corda Náutica Madeira Eucalipto e Laminado Ozki Design by Pimenta Criativa


Autenticidade define. Essa poltrona faz parte do estilo vintage. Cada peça é única e elas trazem uma dose de delicadeza para o ambiente. O assento de material é confortável, podemos passar bons tempos fazendo aquela leitura que a gente gosta.

Encontre-a aqui.





04/01/2022

RESENHA: NOVE REGRAS A IGNORAR ANTES DE SE APAIXONAR




Título: Nove regras a ignorar antes de se apaixonar
Autor(a): Sarah MacLean
Número de páginas: 384
Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres.

E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato.

Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres.

Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.

''O amor não é unilateral e egoísta. É pleno e generoso, e modifica a vida da melhor maneira possível. O amor não destrói, Gabriel. Ele cria.''

 

FELIZ ANO NOVO!! Que seja um ano de muita saúde, sobretudo, paz e luz. Um ano que as coisas sejam mais leves e que não nos sintamos tão sobrecarregados com tudo. Estou trazendo a resenha da minha primeira leitura de 2022 e já posso ir adiantado que AMEI! Pedi indicações de romances de época em um dos posts anteriores e esse livro foi uma indicação da Ale e a Lia também recomendou a autora. Fui pesquisar e acabei iniciando o ano com o pé direito, viu? É do jeitinho que eu gosto. 


Nove regras a ignorar antes de apaixonar é um livro envolvente demais. Com cenas românticas, hots, divertidas, drama, tudo na medida certa. Callie sempre foi uma pessoa super correta, cujas ações eram pensadas de modo a não macular a sua reputação, o que se esperava das damas da época, mas isso não lhe fazia sentir prazer pela vida. De que adiantava tudo aquilo? A personagem decide, então, listar nove coisas que deseja fazer, coisas essas que não nada convencionais para mulheres, o que seria um verdadeiro escândalo se fosse descoberto, como, por exemplo, ir sozinha à um botequim beber uísque.


A personagem não se enxerga da maneira correta e se acha fora dos padrões e inadequada e é muito interessante a maneira como ela mesma vai se descobrindo aos poucos, ela é, na realidade, incrível. A forma como nos vemos influencia bastante também na maneira como as outras pessoas nos enxergam. Callie começa, então, a colocar a lista em prática e começa a viver os momentos mais divertidos da sua vida, ao passo em que também vai descobrindo mais sobre si mesma, se vendo com mais clareza.


Claaaaro que no meio de tudo isso acaba surgindo aquele romance que a gente tanto ama! A Callie começa a ficar cada vez mais na companhia de Gabriel, um dos mais conhecidos libertinos de Londres, e ele é um cara que já está na mente e no coração dela há muito tempo. O Gabriel é aquele completo charme, então já imaginem que é impossível não morrer de amores por ele. Não vou falar como ambos se aproximam porque é bom se surpreender na hora da leitura, mas basta saber que ele vai ajudá-la a cumprir determinados itens da lista em razão de um acordo firmado entre os dois.


Os personagens foram bem construídos, até os secundários. A leitura flui muito bem. Eu ainda não conhecia a escrita da autora e essa foi a minha primeira experiência com uma obra dela e posso dizer que tanto aprovei que já quero procurar mais livros dela. Agora sintam a responsabilidade, tendo amado esse, já inicio a leitura de qualquer outro dela com as expectativas lá em cima. Ela é detalhista, o que adoro, não é daquelas que fala diversas coisas só para preencher linhas, tudo é necessário e é ótimo quando isso acontece.


Temos uma personagem que está cansada de fazer tudo aquilo que a sociedade sempre ditou como uma regra, cansada de deixar de fazer coisas que sempre teve vontade simplesmente porque aquela atividade foi taxada como única para homens. Não somente isso, ela vai em busca de conhecer mais a si mesma, fazer aquilo que deseja, afinal, de que adianta uma reputação tão impecável se isso nunca lhe trouxe felicidade?


Eu amo romances de época e esse já entrou na minha lista de favoritos. Com certeza é uma leitura que eu vou fazer de novo. E de novo. E de novo.


Agora me digam, já conheciam? Quem já leu, gostou?

Advogada, escritora, resenhista crítica literária, embaixadora da Editora Hábito, perfeccionista, metade anáfora, metade metáfora e uma romântica nata.

Encontre no blog

EMBAIXADORA

EDITORAS PARCEIRAS

PARCERIA COM AUTOR

PARCERIA COM AUTOR

QUERIDINHOS DO MÊS

Me encontre no instagram

Moradores de Masen

Arquivos

Pode falar comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!




Tecnologia do Blogger.