20/11/2021

Resenha: A borboleta, o sonho e o corvo

 



Título: A borboleta, o sonho e corvo
Autor(a): Andreia Fernandes
Número de páginas: 274
Sinopse: A narrativa de três personagens se entrecruzam em A borboleta, o sonho e o corvo, novo romance de Andreia Fernandes. Santiago, um advogado em crise existencial, tem a visão de um crime que aconteceria dentro do metrô. O episódio se deu quando ele estava no meio da rua. De repente, tudo escurece, a visão se manifesta e uma borboleta voa em meio ao breu. Ele pensa que enlouqueceu. Alguns dias se passam e o incidente aparece estampado nos jornais. Outras visões acontecem. Sempre da mesma forma. A escuridão, a visão, a borboleta. E os crimes, semanas depois. Outra coisa estranha lhe acontece: passa a se lembrar com frequência de uma antiga paixão que nunca esquecera totalmente. Teresa volta ao Brasil para enfrentar seu passado. Há anos, descobriu que os atestados de óbitos dos pais eram falsos. Eles desapareceram durante a ditadura e ela tentou encontrar seus corpos. Diante de ameaças, abandonou tudo, inclusive uma grande paixão e foi morar no exterior. Agora, resolve resgatar a sua história. Mas volta a sonhar com um corvo que a persegue. Dr. Rogério é médico. Trabalhou no IML do Rio nos fins dos anos 60. Por acaso, teve um affaire com Teresa, assim que ela voltou ao Brasil. Ao descobrir sua identidade, não quer que o passado seja revelado. O romance se desenrola acompanhando esses personagens. Embora nunca se encontrem, eles vão se engendrando numa mesma trama. Santiago questiona a própria lucidez, mas segue obcecado por suas visões e tenta impedir que as mortes se concretizem. Teresa, na busca pelos corpos dos pais, enfrenta seu passado sem perceber o perigo que a espreita. E Dr. Rogério persegue aqueles que julga serem seus algozes.

''Somos espantalhos de nós mesmos... [...] Precisamos nos defender dos pássaros agourentos que vêm nos devorar as estranhas...''


Olá, gente! Estou voltando essa semana com mais uma resenha. Dessa vez, do livro ''A borboleta, o sonho e o corvo'', da autora parceira aqui do blog Andreia Fernandes. 


Para começar essa resenha, não vejo outra maneira do que dizer logo de cara que essa é uma leitura que você precisa fazer com calma. Isso mesmo! É uma obra que você precisa parar, focar e se concentrar por completo em cada mínimo detalhe, porque um trecho que passar despercebido pode fazer muita diferença. Então, desde início, sigam atentos!


A obra traz a narrativa de três personagens, o Santiago, a Teresa e o Rogério, que, de alguma maneira, possuem suas vidas entrelaçadas. Antes de adentrar mais na história, é importante saber um pouco sobre cada personagem.


Pois bem, a princípio, falaremos da Teresa, uma mulher que passou um tempo morando fora do Brasil e teve sua vida colocada de cabeça pra baixo ao descobrir que os atestados de óbito dos seus pais foram falsificados. Sendo pega de surpresa, não é de se espantar a indignação que toma conta de si ao ver que não tinha conhecimento de algo de tamanha magnitude. Falar dela e não destacar a sua amiga Margot é impossível, uma pessoa de alto astral que tem participação significativa na história.


Rogério, por sua vez, é um médico misterioso, assinou tantos atestados de óbitos falsos durante o período da ditadura militar que agora não consegue mais viver tranquilamente. O seu passado obscuro lhe atormenta e martiriza a cada dia, não é fácil ignorar tudo o que fez e deixar isso guardado numa gaveta. Afinal, os problemas martelam e sempre estão dispostos a perturbar.


A outra narrativa é a de Santiago, um advogado frustrado com a própria profissão e acrescento que até mesmo com a própria vida, de um modo geral. Resolvi deixar para apresentar ele por último porque sinto que é o personagem que mais se destaca nessa trama e há, portanto, mais pontos a serem debatidos. Em suma, todos os personagens têm que lidar com o seu próprio martírio e esse sentimento de angústia, caos e confusão mental é passado com muita precisão pela autora.


- E quem é você para vir falar de buraco negro? - Seu amigo. O olhar de Vinícius antes de virar as costas e ir embora. Uma fisgada. Uma flecha envenenada. Direto no coração. Desde esse dia, não se falaram mais.


Santiago começa a ter visões de tragédias e acha que está enlouquecendo. Do nada, tudo vai ficando estranho e o personagem fica completamente desnorteado. Em razão disso, ele passa a subestimar sua própria mente com cada vez mais frequência, porque nada do que via parecia ter um sentido lógico. Entretanto, como explicar quando a primeira visão se tornou real? Coincidência? Mas o que fazer quando outra visão também se concretiza?


O leitor é envolvido por todas essas preocupações que passam pela cabeça do Santiago e, muitas vezes, também se sente tão perdido quanto ele. A autora trabalhou muito bem na construção dos personagens, a frisar, do Santiago, e isso faz com que compreendamos a perspectiva dele sobre os acontecimentos. Outrossim, as passagens de tempo, ora passado, ora presente, não confundem a mente do leitor, esse desenvolvimento foi pensado de forma inteligente. Entretanto, ainda friso, você precisa estar sempre atento ou vai ficar sem compreender os detalhes.


''Às vezes, me sinto no epicentro de um terremoto. Ou no meio de um rodamoinho. A qualquer momento serei arrastada para abismos.''

 

Santiago demonstra rotineiramente suas frustrações, seja com as pessoas, com os acontecimentos, com sua profissão, com seu antigo casamento, com a sociedade, com absolutamente tudo. Ele realmente se sente insatisfeito com cada âmbito e essas visões parecem deixá-lo cada vez mais desorientado e sem controle acerca da sua vida.


Discordo com muitas coisas faladas pelo personagem acerca da sua profissão. Também sou advogada e a concepção que tive é que ele não aceita lidar com as consequências de coisas que foram da sua própria escolha. Além disso, nós temos que ser a mudança que queremos. Santiago se frustra com tudo e todos, e as pessoas também se frustram com determinados comportamentos dele, mas isso não é algo que ele pensa. A mencionar, por exemplo, o fato de estar com a pensão alimentícia de suas filhas atrasadas por três meses. Ele, como advogado, deveria saber o quanto isso é prejudicial pra elas e o que isso acarreta, juridicamente. Que feio, doutor! (falo já sabendo que ele reprova esse vocativo também).


Tem dificuldade para se mover. Tudo escurece. E uma borboleta voa no meio ao breu. Azul.


A autora trabalhou o enredo com muita técnica e perspicácia. Compreender como a vida dessas três pessoas tão distintas estão ligadas é algo que você só conseguirá fazer lendo o livro. A confusão acarretada pelas visões é tanta que até o leitor fica tentando entender o que está acontecendo. Uma palavra define o desfecho: surpreendente. Eles nos pega realmente de surpresa. Eu senti falta de mais algumas páginas para explicar a situação, acho que isso deixaria a trama bem fechadinha.


O livro embora esteja no gênero romance, eu acho que vai mais para um suspense, porque a gente fica o tempo todo querendo saber o que vai acontecer. Agora me digam, já conheciam essa obra? 


Não esquece de seguir o blog e me seguir também lá no instagram, meu user é @dearmasen

Beijos!

Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. Oi Anni.
    Não conhecia o livro, mas lendo sua resenha deu para sentir que é uma trama densa, com muitos desdobramentos a partir das decisões dos personagens. Lendo sua resenha também senti uma vibe de suspense.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia. Bem densa mesmo, há muito suspense no desenrolar dos acontecimentos.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá, Anni.
    Eu achei esse título super intrigante e leria só por ele hehe. Mas fiquei bastante interessada na história também, esses livros que puxam assim para o suspense me interessam bastante.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. O leitor, muitas vezes, fica tão perdido quanto o personagem. É um suspense que realmente nos envolve.

      Excluir
  3. Olá! Eu adoro livros que tem um toque de suspense e este me chamou a atenção por este aspecto. Dica anotada. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi, Anni!
    Achei a premissa do livro muito interessante! No momento tenho dado preferência pra leituras mais leves, mas vou deixar a indicação salva pro futuro. Amo quando os autores se aprofundam no que os personagens estão sentindo, e esse toque de suspense faz toda a diferença.

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Laura. O aprofundamento nos sentimentos realmente está presente. Realmente é uma leitura que não é leve, você precisa se concentrar ao máximo porque um detalhe que passar despercebido faz diferença. Anota a dica pra ler depois <3

      Excluir
  5. Olá Anni,
    Fiquei curiosa em ler essa obra, a história é bem interessante.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia esse livro, mas pela sua resenha, parece ser um livro interessante e com uma carga de emoção forte. Gostei bastante e, certamente, é um livro que eu leria, mas não agora. Deixarei a dica anotada para um futuro próximo.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hanna. A carga é MUITO forte mesmo. Um livro com diversas situações que até a gente fica tentando entender.
      Beijos!!

      Excluir
  7. Nunca tinha ouvido falar desse livro. Muito interessante. Gostei dessa parte do suspense que tem na história. Ótima dica.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que resenha maravilhosa e achei bem intrigante e interessante só pela capa e o título, adorei a indicação

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Anni, tudo bem?
    Gostei muito da resenha e dos pontos ressaltados.
    Achei mega interessante a questão da ditadura militar e fiquei me perguntando se há (imagino que sim) ligação entre os primeiros personagens. Fiquei curiosa pra saber mais.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Priih. Tudo ótimo e com você?
      É bem interessante, eles estão interligados de uma maneira que é até difícil explicar. E o final então... surpreendente.

      Beijos!!

      Excluir
  10. Oi Anni,
    Não conhecia a obra não!
    E parece uma história bem interessante, adorei a capa e título!
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alessandra, é bem interessante sim.
      Essa capa é linda, né?
      beeijos!

      Excluir

Olá, tudo bem?
Anônimo está liberado, seja educado!
Qualquer dúvida e/ou sugestão, você pode entrar em contato comigo através do e-mail dearmasen@gmail.com
Não esquece de seguir o blog ❤
Obrigada!

Advogada, escritora, resenhista crítica literária, aspirante à ilustradora, perfeccionista, metade anáfora, metade metáfora e uma romântica nata.

Encontre no blog

QUERIDINHOS DO MÊS

PARCERIA COM AUTOR

PARCERIA COM AUTOR

Me encontre no instagram

Moradores de Masen

Pode falar comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!




Tecnologia do Blogger.