02/07/2014

Resenha: Destrua este diário

Hoje eu irei fazer mais um resenha, mas de uma maneira diferente.
O escolhido dessa vez é o livro destrua este diário, da autora Keri Smith. Acho que muitos já ouviram falar dessa obra.

Quando eu peguei o livro não fosse pensar que iria ficar tão impressionada, mas fiquei. A diagramação da capa é perfeita. Ela realmente parece ter sido feita de papelão, e o durex que envolve o título também parece ser bem realista.

O livro, para quem não sabe, é interativo. Ele estimula a pessoa a fazer coisas divertidas, testando a sua imaginação e criatividade.
Confesso que quando peguei o livro e comecei a folhear as páginas eu fiquei meio impressionada de como a autora propõe que a gente destrua o livro de algumas maneiras, digamos... Bizarras.
Como eu sou péssima em criatividade e em desenho, meu diário é meio sem graça e podre... Mas estou treinando isso, é como se fosse uma terapia. 

Queria informar mais um vez que os meus desenhos são feios, então não liguem haha.


Logo no começo encontramos a página de instruções. Não sabia oque fazer nela, mas quando eu olhei os meus livros da trilogia Divergente e pensei nas facções eu sabia exatamente oque fazer. Confesso que eu fiquei meio desesperada quando vi que não iria caber a facção da Abnegação na folha, mas eu pensei mais um pouco e lembrei que [SPOILER] a maioria das pessoas na abnegação foram mortas... Então eu praticamente exclui a Abnegação e deixei um recadinho do lado: "A abnegação está morta".
Se você não entendeu oque eu quis dizer com isso, estou lhe indicando esse livro. 

Ignorem minha letra haha.

Logo mais a frente, temos uma página que fala para nós numerarmos o livro. 
Pensei no que eu poderia fazer ali, então resolvi colocar uma frase do livro ''A culpa é das estrelas''. 
Ficou uma coisa simples, mas eu gostei do resultado.
Na frase diz:
''Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma infinidade de números entre 0 e 1 . Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente existe uma infinidade maior entre 0 e 2, e entre o 0 e o 1 milhão. Os infinitos são maiores que outros... Há dias, muito deles, que eu fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.'' -Hazel Grace


''Jogue alguma coisa
 Um lápis, uma bola suja de tinta
ANGRY BIRDS!!!''

Essa foi mais uma de minhas ideias aleatórias. Porque Ana sem aleatoriedade não é Ana!



ignorem minha letra part 2
Dessa vez eu resolvi mudar totalmente essa 'regra'. Lá pedia para colocar a minha lista de supermercado, mas preferi contrariar oque pedia e mudei para "um lugar para a cupom fiscal de compras (de livros)".
Por que eu iria colocar a minha lista de compras de supermercado? Não sou eu que  as pago. Pelo menos os meus livros são comprados todos por mim, e é uma necessidade (Claro que bem menos que comida, mas não deixa de ser...)
Podemos dizer que eu guardo alguns cupões... E essas foram minhas ultimas compras. Eu poderia colocar mais, porém não coube...


Posso dizer que esse livro é totalmente fora dos padrões de um livro normal. Ele pede para recortar, desenhar, pintar, jogar café, esfregar seus pés e outras coisas... Alias, criar é esculhambar.

Annielly Cavalcante. Advogada, escritora, perfeccionista, metade anáfora, metade metáfora e uma romântica nata.

Pesquisando algo?

últimas leituras

Queridinhos do mês

Próximas resenhas

1. Gaia, a roda da vida

2. A borboleta, o sonho e o corvo

3. Entre dois mundos

4. Até quando? - Parte 1

5. A caverna cristalina - Vol. 1

6. As vozes da floresta

7. Perseguição frenética

8. Conspiração na Babilônia

9. Quem dá as cartas?

10. O papel de parede amarelo do meu quarto

11. O núcleo da montanha

12. Em busca das borboletas

13. A vida como ela era

14. Nildrien, o pergaminho

15. Noturno

16. O menino feito de blocos

17. Mentes inquietas

18. Boomerang

19. O segredo da Crisálida

20. Curta-metragem

21. 360 dias de sucesso

22. Ecos da Alma

Amorzinhos

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!




Tecnologia do Blogger.