16/03/2022

RESENHA: NAMORADO ARROGANTE




Título: Namorado arrogante
Autor(a): Claire Kingsley
Número de páginas: 260
Editora: L3 Book Publishing
Sinopse: Essa história de dividir a casa não vai dar certo.

Kendra é uma mulher atrevida que sempre está com o cabelo bagunçado e tem uma paixão por calças de pijama. A primeira coisa que ela faz é tentar ficar amiguinha da garota que peguei à noite passada, dando a ela uma impressão errada da situação.

Eu não namoro. Não uso palavras do tipo “namorada” ou “digo que mandarei mensagem mais tarde”. Eu não curto relacionamentos. Dou às mulheres uma noite que elas jamais esquecerão, mas quando acaba, eu caio fora.

Mantenho as pessoas afastadas e tenho minhas razões, só que Kendra começa a me atingir. E quando a minha vida vai pelos ares, literalmente, ela é a única pessoa com quem posso contar.

Relacionamento não é a minha praia, e Kendra não é uma mulher de uma noite só. Morar com ela dormindo no quarto ao lado poderá acabar comigo.

''Se deixarmos que isso aconteça, vou me apegar a você de uma maneira que você não quer.''

 

Quem aqui não ama um enemies to lovers? Aqui conhecemos Weston e Kendra. Ela é aquela mulher que está sempre disposta a ajudar os outros. Bem humorada, gentil, doce e de coração gigante, ao passo em que o Weston é aquele que, quando se trata de matéria do coração, prefere manter todos fora do seu. 


Em livros assim, muitos começam nutrindo aquela raiva enorme pelo personagem, porque, como já é de se presumir, ele tem atitudes bem grosseiras e babacas com as mulheres. Com aquela história de não querer se apegar a ninguém, ele as trata como se fossem descartáveis, não querendo nada mais do que uma noite com elas. Depois disso, bye bye


A verdade é que: eu AMO esse clichê.


''Há um pedaço de mim que quer fugir, como se estivesse tentando tocar uma chama e, se chegar muito perto, vou me queimar. Mas ela está no centro do fogo, e agora estou desejando seu calor.''

 

Essa história de nunca querer se apegar e depois cair de amores por ela é quase sempre uma tacada muito certa e aqui foi demais. Esse é o segundo livro da série Irmãos Lawson, mas já é mania minha mesmo ler ser fora de ordem, por isso comecei pelo segundo.


O destino acaba colocando Weston junto à Kendra quando este precisa de um local para ficar enquanto a sua casa está reformando. Ele precisa de um local e ela precisa de um colega de quarto para ajudar nas despesas. Parece a coisa certa, principalmente porque Weston não é um desconhecido, ele é amigo do seu irmão e é justamente ele quem o indica. 


Ou seja, pegue um enemies to lovers e ainda coloque os dois sob o mesmo tempo. Imaginam o que vem por aí, não é?


A escritora da autora é muito fluida. Eu terminei o livro em poucas horas porque essa obra é dessas que você lê rapidamente. O enredo não demora a prender e nem fica naquela monotonia, a autora constrói bem os personagens (até mesmo os secundários) e conseguimos não só identificar com facilidade a personalidade deles, como também, observar a evolução do Weston no que diz respeito aos seus sentimentos, modo de pensar.


''Ela se apega a mim com a mesma força. É como se nós dois precisássemos disso, a garantia um do outro. Que isso é real. Que nenhum de nós dois vai a lugar algum.''


Weston traz seus próprios traumas e problemas, é por isso que você nunca pode julgar alguém de cara. Ninguém sabe o que o outro passou para lidar com as coisas de determinada maneira. O jeito espontâneo, natural e até mesmo aconchegante (dessas pessoas que nos faz bem só por estarem por perto) da Kendra o pega de surpresa e quando ela continua o tratando bem, mesmo quando ele não merecia, é algo que o pega forte como um baque de surpresa. O casal tem MUITA química, é perfeito vê-los juntos.


É o tipo de livro que você lê com afinco até as notas finais. A autora consegue nos prender e a escrita dela cativa demais. Com certeza vou querer ler os outros da série.


Já leram esse livro? Também gostam de um enemies to lovers? Quais vocês recomendam (de enemies to lovers e friends do lovers)?

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Interessante as reflexões que a história traz. Eu não costumo ler muito romance, mas gostei da proposta.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Anni.
    Eu essa trilogia no ano passado. E esse segundo livro foi o que menos gostei. Eu não suporto caras babacas que trata todo mundo feito lixo por conta de passado traumático.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sil. Entendo seu posicionamento, ele realmente age de maneira péssima no começo.
      Eu, particularmente, gosto desse clichê do cara que muda quando conhece a mocinha, mas sei que é difícil engolir as atitudes passadas.

      Excluir

Olá, tudo bem?
Anônimo está liberado, seja educado!
Qualquer dúvida e/ou sugestão, você pode entrar em contato comigo através do e-mail dearmasen@gmail.com
Não esquece de seguir o blog ❤
Obrigada!

Advogada, escritora, resenhista crítica literária, embaixadora da Editora Hábito, perfeccionista, metade anáfora, metade metáfora e uma romântica nata.

Encontre no blog

EMBAIXADORA

EDITORAS PARCEIRAS

PARCERIA COM AUTOR

PARCERIA COM AUTOR

QUERIDINHOS DO MÊS

Me encontre no instagram

Moradores de Masen

Arquivos

Pode falar comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!




Tecnologia do Blogger.