14/08/2015

Resenha: Um novo amanhecer

Título: Um novo amanhecer
Autor(a): Cinthia Freire
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Número de páginas: 376
Sinopse: Giulia está arrasada! seu namoro chegou ao fim e ela não sabe o que fazer. Leo está confuso e com medo, seu tempo está acabando e ele não quer magoar sua namorada. Zyon é um anjo perdido e apesar de saber que está em uma missão na Terra, ele não tem ideia exatamente do que o aguarda.
Em uma tarde chuvosa o caminho dos três se cruzam de forma trágica e comovente. 
UMA GAROTA APAIXONADA 
UM RAPAZ DOENTE 
UM ANJO PERDIDO 
Eles serão capazes de lidar com a força do verdadeiro amor?
 ''A esperança é uma coisa engraçada. Quando você deixa de acreditar ou deixa de esperar, algo acontece. É como se ela estivesse sempre ali, à espreita, aguardando o momento de surpreendê-lo depois de ter sugado toda a sua energia.''
Sabe aquele livro que te prende logo no começo? Aquele livro que te pega de jeito, te teletransporta pra dentro dele e é capaz de mexer com todas as suas emoções? ''Um novo amanhecer'' te encanta e emociona, faz você pirar e chorar e, inevitavelmente, te faz amar. Impossível fazer essa leitura e o coração não bater mais forte.

Logo que peguei o livro já estava cheia de expectativa de que uma história emocionante me aguardava e eu realmente não estava nem um pouco errada quanto a isso. Giulia é uma garota doce, tímida, que se mudou com os pais e está iniciando tudo novamente num lugar novo. Logo no começo de sua estadia no colégio ela conhece Leo, aquele que mudara sua vida por completo - e vice e versa.

A autora tem uma escrita ótima, que faz fluir rapidamente, e isso deixa a leitura ainda mais agradável. Traz bastante para a atualidade (alguns fatos) e isso é algo bem legal. O enredo é tão cativante, possui uma complexidade tão maravilhosa, que chega a ser difícil expressar todo o sentimento causado pela história. Parece que tudo o que você quer falar não parece ser o suficiente, entende?

Leo é aquele tipo de garoto apaixonante. Popular, lindo e divertido, arrebata o coração de todas as meninas, mas só quer o da menina que já possui o seu: Giulia. Ambos estão sempre junto e, além de compartilharem uma amizade enorme, também nutrem um amor inexplicável - é lindo de se ver. Como nem tudo são flores, Leo é diagnosticado com uma doença que está lhe sugando a vida dia após dia e, é nesse momento, que o amor deles se mostra ainda mais forte.
''Com ele era assim, sempre foi. Leo tinha um poder sobre mim, fazendo com que as coisas parecessem mais simples do que realmente são.''
Nos deparamos com uma história de um amor puro, que supera barreiras, extremamente verdadeiro. O enredo é maravilhoso, a autora tem a capacidade de nos encantar a cada minuto. As páginas passam rapidamente e você se apega tanto aos personagens que deseja estar dentro daquela história (literalmente falando), para lhes dar um pouco de conforto, ajudar, dizer que vai ficar tudo bem, embora não tenhamos certeza disso.

Leo é diagnosticado com câncer e nenhum tratamento está surtindo efeito, nada parece dar certo. Giulia está sempre ao seu lado, lhe dando forças, lutando com ele, ajudando-o e amando-o cada vez mais - tentando passar uma paz de espírito e conforto que talvez nem a própria possuía no momento. Leo acha injusto e não quer permitir que sua amada se prenda a uma pessoa que possui praticamente os dias contados. O laço deles é inquebrável e a personagem permanece sempre ao seu lado, com uma esperança que ele já não mais tinha. 
''Foi apenas um instante, tão rápido que para um ser humano não significaria nada. Mas, para mim, era o começo de tudo. Foi quando o relógio da minha vida começou a girar, quando minha existência passou a ser contada. Quando eu deixei de ser mais um para ser alguém!''
No meio disso tudo, ainda encontramos um anjo perdido - que julgava os humanos como seres medíocres- até descer em uma missão desconhecida. As peças vão se encaixando aos poucos e o leitor vai desvendando muitas coisas junto com ele.

A história é maravilhosa, surpreendente, eu realmente não canso de dizer isso. Não paro de recomendá-la depois que finalizei a leitura. Extraímos tantas lições dele que nos fazem refletir e pensar a respeito da nossa vida. Mesmo com todas as dificuldades, problemas, Giulia permanece ao seu lado, apoiando-o. O amor é a base de tudo, nessas horas conhecemos os verdadeiros.

Encontrei um cinco erros gramaticais, mas nada que chegasse a prejudicar a história. A diagramação é excelente, bem como a fonte utilizada no livro. Ah, claro, não poderia deixar de falar da capa que chamou minha atenção logo de cara. Gostaram dela também?
''Toda a dor que ela carregava dentro de si estava transparecendo naqueles lindos olhos castanhos, olhos intensos, grandes e expressivos, olhos que tinham vida própria, através dos quais era permitido enxergar o fundo de sua alma triste e dolorida.''
Em algumas cenas eu lia e tinha que parar um pouco por que a emoção tomava conta e os olhos enchiam de lágrimas. Pegue o lencinho, você está avisado!

Annielly Cavalcante. Advogada, escritora, perfeccionista, metade anáfora, metade metáfora e uma romântica nata.

Pesquisando algo?

últimas leituras

Queridinhos do mês

Próximas resenhas

1. Gaia, a roda da vida

2. A borboleta, o sonho e o corvo

3. Entre dois mundos

4. Até quando? - Parte 1

5. A caverna cristalina - Vol. 1

6. As vozes da floresta

Amorzinhos

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!


Se você detém o direito sob quaisquer das imagens aqui postadas, favor entrar em contato.
dearmasen@hotmail.com





Tecnologia do Blogger.