11/07/2015

Resenha: Marca de sangue

Título: Marca de sangue
Autor(a): Isabel Moreira Rego
Editora: Chiado Editora
Número de páginas: 214
Sinopse: O acontecimento de uma grande mudança deixou de afetar toda a humanidade. Os vampiros modernos dos finais do século vinte trocam o sangue humano pelo sangue sintético. Uma criação em laboratório, de grande expansão mundial, comercializada pelos japoneses. Sarah Wilson é uma recente vampira empregada de mesa num bar, numa pequena aldeia, nas periferias da cidade de Pádua. Trabalha no turno da noite. Esconde de todos os colegas que é uma morta-viva com medo de ser confundida com os vampiros sanguinários de séculos passados. Para disfarçar a cor branca e transparente da sua pele, usa maquilhagem adequada ao seu anterior perfil de humana. Um dos colegas surgiu, distanciado dos outros, para a apoiar com a ajuda dos seus conhecimentos profissionais. Com a aproximação o humano, Rangello Giovanni, apaixona-se pela vampira Sarah. Aos poucos descobre-se, um pouco por todo o mundo, que o próprio sangue dos vampiros funciona nos humanos como uma das energias mais poderosas. É possível que os humanos ao aceitar os vampiros acabem por aceitar a sua própria extinção?
###
''O coração não perdoa ao amor, mas o amor também não perdoa ao coração quando o mesmo nasce verdadeiro.''
Esse livro me chamou atenção assim que eu entrei no site da Chiado. Achei a capa um tanto intrigante - maravilhosa, né? - e, logo ver na sinopse se tratar de vampiros, aguçou ainda mais a minha curiosidade. 

''Marca de sangue'' conta a história de Sarah Wilson, uma vampira recém transformada, que se sente completamente revoltada com toda a mudança que ocorreu em sua vida -  mudança essa que foi sem escolha, transformou-a em algo que ela nunca desejou. A escola onde estudava Sarah e Abel, até então amigos, fora atacada por um grupo de vampiros e esse ataque proporcionou mortes em massa. Aqueles que não haviam tido a morte, literalmente falando, pouco tempo depois transformaram-se em vampiros.

A autora se apega muito aos detalhes, dando uma narrativa repleta de descrições enormes e isso às vezes deixava a leitura um tanto cansativa - como se os fatos demorassem a serem desenvolvidos. Confesso ter me sentido perdida no começo da história, demorei um pouco para me situar. 

Até o momento do ataque, Sarah e Abel eram apenas colegas, conforme falei ali em cima, mas após isso o relacionamento deles mudara por completo. Abel 'adotou' Sarah como prima, aos olhos de todos os humanos, porém, ambos também passaram a engatar num romance amoroso.

08/07/2015

Resenha: A canção das estrelas

Título: 11 Canção das estrelas
Autor(a): Karen Soarele
Editora: Cubo mágico
Número de páginas: 156
Sinopse: Imerso em segredos, um misterioso livro guarda histórias sobre o passado e o futuro de Myríade, cifradas em códigos que permeiam a linguagem do universo. Para olhares desatentos, são meros contos. Mas Sebastian sabe que há uma mensagem oculta por magia, impossível de ser lembrada, e acredita na importância de compreender seu verdadeiro significado. Tudo muda quando o precioso manuscrito é roubado. Agora, o jovem precisará reunir coragem, aceitar seu erros e pôr à prova tudo o que mais ama, para recuperar seu livro e desvendar a Canção das Estrelas.
###

''Abrace o seu destino. Nos encontraremos no fim dos tempos.''
Lembram que eu já havia resenhado aqui o livro ''A rainha da primavera'' da autora Karen Soarele? Agora trago mais uma obra dela, tão boa quanto aquela. Antes de tudo falo logo da capa que é um amorzinho, bem como as demais ilustrações que povoam o interior do livro. Tenho uma paixão especial por ilustrações, acho sempre um charme.

O livro conta a trajetória do personagem Sebastian, que está a procura de desvendar o mistério do livro A canção das estrelas, ao mesmo tempo em que também nos deparamos com a trajetória de Neve - uma garota que anseia conhecer o mundo, se libertar, descobrir coisas novas, sempre guiada pela sua curiosidade. O livro é dividido em duas partes: A trajetória de Sebastian e Neve, conforme falei anteriormente, e o original de ''A canção das estrelas'', livro de Sebastian. É ótimo que matamos a curiosidade desvendando o mistério também, não é?

O enredo é bem construído, todas as peças bem encaixadas, e a escrita da autora permanece leve e gostosa de ser lida, flui rapidamente. Passei as páginas do livro tão rápido que nem senti, me vi completamente surpresa ao ver que já estava próxima do fim.
''Eu entendo você, garoto. Já passei por isso. Mas, acredite, sempre que perde, você ganha algo em troca. E apenas encontrará a verdadeira recompensa no dia que estiver à beira do desespero.''
Confesso ter achado a personagem Neve um tanto egoísta em certas ocasiões. Tudo bem o seu desejo de conhecer o mundo, de libertar-se, mas ''abandonar'' aquele que fora lhe ajudar - mesmo que este lhe fale para fazer isso- me pareceu algo completamente errado. Mesmo que ambos estejam em perigo e você sozinha terá mais chance de viver e outro diga ''Vá sem mim'' - não vá, poxa. Tenho certeza que Alude não teria feito isso com ela. Como ela mesmo cita, perdera aquilo que mais prezava. Nope, não vou soltar spoiler.

Contudo, deve-se levar em consideração, que ela não se faz de vítima e coitada. Pelo contrário, está ciente das suas escolhas e de que, a partir delas, consequências foram causadas. Nem tudo sai às vezes como planejamos, não temos controle sob as coisas. O arrependimento toma conta da personagem de forma bem clara, mas isso não muda o que ocorreu. 

A autora trabalhou muito bem nos cenários descritos, a fantasia te envolve e isso é legal. Também é bacana dar ênfase nos personagens maravilhosamente bem construídos, detalhes singulares que completam a história e prendem por completo a sua atenção. A leitura é super indicada para quem gosta de fantasia, um mundo completamente diferente. Permitam-se viajar dentro dele.
''De que valem todas as riquezas do mundo, o poder imensurável e até mesmo a longevidade... Se não podem ser compartilhados?'' 

Annielly Cavalcante. 23 primaveras. Acadêmica de Direito, escritora, perfeccionista, louca por anáforas, metáfora pura e uma romântica nata.

Pesquisando algo?

últimas leituras

Queridinhos do mês

Próximas resenhas

1. Gaia, a roda da vida

2. A borboleta, o sonho e o corvo

3. Entre dois mundos

4. Até quando? - Parte 1

5. A caverna cristalina - Vol. 1

6. As vozes da floresta

Amorzinhos

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido todo e qualquer tipo de cópia. Plágio é crime!


Se você detém o direito sob quaisquer das imagens aqui postadas, favor entrar em contato.
dearmasen@hotmail.com





Tecnologia do Blogger.