02/06/2016

Resenha: Mentira perfeita

Título: Mentira perfeita
Autor(a): Carina Rissi
Editora: Verus
Número de páginas: 462
Sinopse: Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa qualquer coisa mesmo! por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira Perfeita é um spin-off de Procura-se Um Marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.
 
''- Pensei que você estivesse procurando a pessoa certa.
- E estou! Mas não tem problema em me divertir com a pessoa errada até a certa aparecer, tem?''

Hey, vocês! Como estão? Já estão sentindo as férias chegando? Ultimamente tendo tido sorte nas minhas leituras, porque agora também estou trazendo mais um livro que foi super esperado e novamente tive minhas expectativas superadas - ai como é bom poder falar isso!

Júlia é dessas garotas que se esforça para dar o seu máximo em tudo o que faz, cobrando sempre muito de si mesma - fato este que a fazia ser um pouco reclusa. Sua tia Berenice sofria um problema grave de saúde e se preocupava constantemente em ir embora e deixar sua sobrinha (sua filha, na verdade) sozinha. E é depois de um grande susto que a personagem acaba fazendo de tudo pra ver um sorriso no rosto da tia: inventa um namorado/noivo de mentira e se vê em apuros por não ter brechas para desmentir tal história. Mas essa mentira acaba saindo da linha, não é?

Mentira perfeita é aquela história que você olha já jurando que é clichê, porém, se vê surpreendido pela maneira como tudo é trabalhado. A autora sabe misturar desde o romance, drama, até o humor, sem fazer com que as coisas fiquem desconexas ou entediantes. As cenas são empolgantes e preenchidas com diálogo divertidos e de escrita fácil, tudo flui sem problema.

Cada cena é meticulosamente pensada, e foi o tipo de leitura que agradeci por não possuir grandes enrolações. Tem o problema, tem o drama envolvendo, mas aquilo não fica se estendendo com besteiras ao ponto do leitor ficar cansado e frustrado. Pelo contrário, as coisas vão inovando trazendo novos dramas mesmo que para o mesmo foco.

''O meu coração dói. Nunca sei se estou tendo um ataque cardíaco ou se estou me apaixonando de novo. Casa comigo, Pin.''

Júlia estava com um problema e é aí que surge o Marcus, que também se encontrava precisando de ajuda. Uma parceria não faria mal, concordam? Marcus é um amor, arrancando sempre suspiros, um personagem que é impossível você não se apaixonar. O mocinho começa a entrar na vida da Júlia e a Júlia, quando menos espera, já está dentro da dele. E o leitor também, quando menos espera, já os tomou pra si, haha.

A leitura te prende e é leve, você pega o livro e não consegue largar mais. Algumas cenas me irritaram, outras achei um tanto desnecessárias e uma pequena porcentagem achei que poderia ter sido mais trabalhadas. Contudo, nada que me fizesse desgostar da história, nada que tirasse o brilho desse livro.

- Eu gosto de pessoas loucas.
- Isso não me surpreende. Dizem que um louco sempre reconhece outro.

É um livro que vai muito além. Muito muito mesmo. Mentira perfeita é um spin off de Procura-se um marido, mas dá para ler um sem ter lido o outro. Okay? Okay! Outra coisa importante de dar ênfase foi o trabalho divo da Editora. Gente, morri de amores por essa capa, está show demais! Sem deixar de falar também, é claro, da diagramação que também não deixou a desejar. 

Sem mais delongas, o que acharam? Está na sua lista?
29/05/2016

Resenha: Namorado de aluguel

Título: Namorado de aluguel
Autor(a): Kasie West
Editora: Verus
Número de páginas: 250
Sinopse: Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela — apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele — apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento. Inteligente e maravilhosamente romântico, Namorado de aluguel retrata a jornada inesperada de uma garota para encontrar o amor — e possivelmente até a si mesma.
 
Vocês precisam saber: que livro incrível! Esse é o tipo de leitura que te deixa vidrado desde o começo. Sem enrolações, sem besteiras contadas só pra contar espaço, Namorado de aluguel é um livro com um enredo muito bem feito, que te faz devorar cada página e ainda ansiar por mais. Aquela história com gosto de quero mais - estou querendo até agora.

Têm livros que são tão bons que você fica até sem palavras pra falar dele, esse é exatamente o caso. Terminei a leitura desse livro em poucas horas - e olha que esse término ainda ficou sendo um pouco adiado porque eu passava as últimas páginas com pena de acabar. Tipos de personagens que você se apega fácil fácil

Gia é 'abandonada' pelo namorado bem em pleno estacionamento minutos antes do seu baile de formatura. O namoro não era lá muito convencional, aquilo lá nem era um namoro tão sério para lhes ser sincera, mas era um término suficiente para deixar a mocinha arrasada por não mais ter um par para aquele grande evento. 

Desesperada por achar que estava perdida por não tão ter o belo boy para apresentar às amigas - cujo o mesmo já vinha sendo falado por ela várias e várias vezes - é quando vê um desconhecido no estacionamento levando a irmã para essa mesma festa e puft... Quem não arrisca, não petisca.

''Levanta a cabeça. Tem outros peixes no mar. O oceano é imenso. Às vezes a gente precisa pescar e devolver alguns antes de achar aquele que vale a pena manter. Continue nadando. Só isso.''

Encontrei um livro que gosta tanto de metáforas quanto eu - outro motivo pra me deixar bem apaixonada por ele, haha. A escrita da autora é excelente, super leve, informal sem ser rabuscada, e com uma linguagem que também não deixa a desejar. Não tenho do que reclamar.

Gia é ajudada por seu substituto de Bradley e eis que posteriormente ela que iria ajudá-lo. Uma troca de favores não faria mal, certo? Certíssimo! Não vou revelar nem o nome dele porque isso foi algo que também deu um gostinho especial à história e renderam cenas bem divertidas.

O livro também passa uma mensagem legal, sabe? As pessoas devem parar mais de se preocuparem com o fato de serem aceitas, tentarem ser certinhas e perfeitas o tempo todo. Meu Deus! Que os indivíduos parem de querer viver naquela sandice de aparências. Existem coisas mais importantes do que um ''bom status''. E não passa daquele modo clichê e enfadonho, tudo adaptado dentro da história.

Vemos muito mais do que um relacionamento que estava destinado a dar certo. Ficamos diante da evolução de uma amizade verdadeira, quando você está ciente de que aquela outra pessoa também se importa contigo. A personagem lutando para ser uma pessoa melhor, não só por A e B, mas, principalmente, por ela mesma - porque ela sim deve ser a maior interessada na sua própria mudança.

''Você não pode simplesmente me xingar e ir embora, ou alguma coisa assim? Não preciso te achar fofo depois de tudo isso.''

Namorado de aluguel é tão perfeito (não canso de falar isso), que eu mal lembrei de selecionar mais quotes para essa resenha - não queria interromper a leitura nem por míseros segundos. A capa é show e temos um livro muito bem trabalhado tanto por fora quanto por dentro. Mais uma vez: Nada a reclamar.

Eu estava cheia de expectativas para ler essa obra e fiquei ainda mais feliz por ver que superei PRA MELHOR todas elas. A leitura é mais do que recomendada. Só posso terminar essa postagem dizendo: LEIAM!

Annielly Cavalcante. 23 primaveras. Acadêmica de Direito, escritora, perfeccionista, louca por anáforas, metáfora pura e uma romântica nata.

Pesquisando algo?

últimas leituras

Queridinhos do mês

Próximas resenhas

1. Gaia, a roda da vida

2. A borboleta, o sonho e o corvo

3. Entre dois mundos

4. Até quando? - Parte 1

5. A caverna cristalina - Vol. 1

6. As vozes da floresta

Amorzinhos

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido todo e qualquer tipo de cópia. Plágio é crime!


Se você detém o direito sob quaisquer das imagens aqui postadas, favor entrar em contato.
dearmasen@hotmail.com





Tecnologia do Blogger.