15/11/2014

Resenha: Petaluma


Título: Petaluma
Autor:
Tiago Velasco
Editora:
Oito e meio
Número de páginas:
108
 

Sinopse: Nove contos conduzidos pela ideia da identidade, marcados pelo cinismo e por uma escrita enxuta, dão forma a Petaluma, segundo livro de contos do escritor carioca Tiago Velasco. Um jornalista é designado a escrever o obituário do próprio pai e, enquanto escreve, reflete sobre o homem real e o idealizado. Um carioca cansado do Rio de Janeiro começa a falar espanhol, se muda para a Argentina e volta a falar português: é estrangeiro em qualquer parte. Um restaurante longe do Brasil reúne expatriados que falam um idioma, o petalumish, que mistura vários outros e que permite que todos se entendam. Assim, Velasco constrói as narrativas de seus personagens: entre a perda e a busca, nem sempre bem-sucedida, todos procuram um lugar para si no mundo.

###
 Petaluma é um livro de contos, nove no total. Seu tema principal é marcado pela identidade, confusão e certo conflito a respeito da mesma. É uma mistura de situações, e a princípio eu me achava mergulhada num meio abstrato, bem abstrato. Mas eis que essa impressão baseou-se justamente no fato desse conflito na identidade, ou até por ausência dela, e é aí que fica mais claro notar o quanto torna-se interessante.

O livro tem uma escrita simples, clara e bem objetiva. Creio que essa divergência da identidade é quase como que uma crise existencial, e isso fica bem presente em cada um dos contos - confesso que quando chegava no final de muitos deles eu ficava com uma sensação de ''O que vem depois?''. Finais que lhe deixam pensando e refletindo, e pode-se dizer que até imaginando a continuação da situação.

Conforme eu disse anteriormente, o livro possui nove contos - sendo compostos pelas mais diversas situações. O primeiro é um homem que acorda de um coma sem lembrar-se de nada, o segundo a morte de uma mulher desconhecida em uma cidade pequena e por aí vai seguindo. Sempre uma pitada interessante, e mais uma vez dando ênfase nisso: uma elaboração bem construída da identidade difusa.

- Por que você me ama?
- Porque você me ama!

Um dos contos que mais me chamou a atenção foi 'Ernesto/Andreza', que fala a história de um travesti - que suspira e sonha querendo encontrar o seu Brad Pitt e ainda quer ''continuar'' sendo homem e mulher. O final desse conto foi algo completamente inesperado, fiquei tão surpreendida que fez com que ele se tornasse um dos que eu mais quis continuação.

E o último leva o nome do próprio livro ''Petaluma''. Mostra-se extremamente pessoal e quase que biográfico (talvez, de fato, o seja), contando o sentimento e percepção de um estrangeiro em um lugar que não conhece, por fora de tudo aquilo. Nove ou dez anos depois, Tiago nota que Petaluma é uma junção de suas neuroses, praticamente uma reunião de todas elas. O autor utiliza da construção de um texto dentro de outro texto, e isto torna convidativo.
''Não aguento mais esses verbos transitivos no futuro. O complemento parece inalcançável.''

Uma leitura rápida e objetiva, com certeza capaz de nos fazer pensar um pouco a respeito e desejar que tivesse mais páginas pela frente. Fazia um bom tempo que eu não lia um livro nesse estilo, realmente gostei bastante.

Já conheciam essa obra do Tiago Velasco? O que acharam?
10/11/2014

Me deixou por um fio

Como fazer as fotos do pré casamento local imagem: pinterest

E era estranho, porque assim que acordava - mesmo sem abrir os olhos - já era a imagem dele que estava na minha mente. E era estranho, porque na grande parte da manhã meu coração bombeava em expectativas sobre o que me aguardava nas próximas horas. E era estranho, porque mesmo que eu não o visse nesse dia, não conseguia diminuir um milésimo do que sentia. E era estranho, porque mesmo sabendo que, de dez palavras, nove eram sobre ele, eu não cansava de falar. E era estranho, porque mesmo sem saber se isso era recíproco, algo dentro de mim ousava em insistir. E era estranho, porque mesmo depois de vinte e quatro horas frustradas, era nele em quem eu pensava quando ia dormir.

Eu sei, chega a ser patético na verdade. Coloque um sorriso nesse rosto e vamos nos render juntos. Mas o glorioso é que é involuntário, extremamente involuntário. Permissão para conceituar isso como um argumento?

E o pior, ele nem tinha culpa. Quem mandou ter aquele sorriso tão lindo de me fazer ver estrelas? Quem mandou me olhar daquele jeito como se fosse capaz de ler a minha alma? Quem mandou chegar como quem não quer nada e se tornar o tudo?  Mas foi assim, uma conversa boba, uma troca ou mais, e eu, que me achava tão forte, já me encontrava perdida. Ou nem mais me encontrava. E era estranho, porque ao mesmo tempo que me fez tão bem, me deixou por um fio.
09/11/2014

Resenha: Minha vida fora de série - 1º Temporada

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Espero que sim, pois hoje não tenho tempo a perder, vim aqui pra resenhar mais um dos meus filhotes que acho que todo mundo vai gostar de saber um pouco, se interessa e claro, se apaixonar M U I T O! "Minha vida fora de série - 1" da lindíssima Paula Pimenta.

Sinopse:

Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? A princípio, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém diferente. Mas será que o papel escolhido é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos, Priscila percebe que o que importa não é o lugar e sim as pessoas que vivem nele. E que, além da nova cidade, há algo mais importante a se conhecer: ela mesma. Quem gosta da série “Fazendo meu filme” não pode perder o livro de estreia dessa nova série de Paula Pimenta. Situado no mesmo universo ficcional, temos a oportunidade de acompanhar alguns dos nossos já adorados personagens, três anos antes da história de 'Fazendo meu filme” começar. Não perca a 1ª temporada da vida fora de série de Priscila.
http://static.tumblr.com/fegez1q/kSXnesftl/cr.jpg
-*-

Tudo começa muito cedo, com apenas 13 anos Priscila enfrenta a separação dos pais e é obrigada a se mudar de São Paulo para Belo Horizonte onde mora a família da mãe, deixando de lado a escola, amigos e conhecidos para viver um outro mundo distante do que já estava acostumada. A partir do momento, a adolescente se considera infeliz e considera tudo patético ao ponto de ter que conviver com a saudade, desejando por tudo que a vida volte a ser como antes.

Pri, como é apelidada no livro, é apaixonada por animais e seriados e tem como sua única aliada na nova cidade a prima Marina, que logo logo a leva para conhecer e se adaptar aos novos locares, vizinhança e conhecidos, deixando-a rapidamente enturmada na roda de amigas (os). Em todo tempo livre, as duas frequentam um clube durante as férias, na qual é muito situado por gatinhos e em uma das visitas, Priscila observa Marcelo e acaba se fixando no rapaz, de modo em que se transpareça um sentimento profundo e apaixonante, logo sendo o mesmo desapegado, tratando de um jeito desprezível, que a faz perceber a desilusão amorosa que vivenciou e acaba sofrendo, passando a odiar ainda mais a cidade em que se mudou.

O período letivo finalmente começa e as novas "amizades" começam a florar, a partir daí, Priscila conhece Rodrigo, um garoto delicado, fofo, lindo, super atencioso e romântico que por sinal é irmão de Marcelo, sendo o mesmo oposto do brother que conquista a garotinha rapidamente com seu jeito verdadeiro, ocupando um espaço imenso no coração da mesma. 

Juntamente com ela, Rô também adora animais e faz completamente o tipo dela, formando o tipo de casaizinhos mais fofos do mundo (eu carente, sim ou óbvio?). Eles finalmente se apaixonam e descobrem isso tudo por meios de muitos bilhetinhos, conversas de emails, celulares e msn ou facebook (no livro é esclarecido e mostrado todos os tipos de conversas entre os personagens o que eu esclareci como um ponto MUITO positivo! É o máximo!). É muito interessante lembrar os quotes que vem em cada começo de capítulo retirados dos seriados ou série e combinando com o capítulo em questão. Entretanto o que mais nos faz apegar ao livro de vez, é o fato da linguagem e autora serem brasileiros, é super mega hiper perfeito! Se eu recomendo? É CLARO! Porém como em toda história de romance, tem o drama, com isso não foi diferente, o momento desesperador, é quando tudo parece romper diante do reaparecimento de Marcelo que afirma mentiras e mentiras ao irmão sobre a namorada, deixando-o o relacionamento por um fio, mas calma aí! Tudo se resolve e então os dois podem desfrutar juntos tudo o que merecem viver ainda pela frente, deixando todos os leitores com inveja daquele casal tão unido e fofo ao mesmo tempo, dar vontade de roubar aquele Rodrigo pra mim (Pri que me perdoe rsrs).

O livro retrata muitas emoções e desejos da adolescente que é vivido intencionalmente nos dias de hoje, como o fato do primeiro beijo e a importância da relação de melhores amigas entre mãe e filha.

Bom galera, é isso... Espero que tenham gostado, não esqueçam de deixar aquele comentário no post e milhões de beijos! Até a próxima!
P.S: O livro atualmente possui apenas duas temporadas, a resenha acima foi feita do volume 1, caso queiram saber mais sobre o volume 2 basta pedir que eu organizo na próxima resenha.

Annielly Cavalcante. Advogada, escritora, perfeccionista, metade anáfora, metade metáfora e uma romântica nata.

Pesquisando algo?

últimas leituras

Queridinhos do mês

Próximas resenhas

1. Gaia, a roda da vida

2. A borboleta, o sonho e o corvo

3. Entre dois mundos

4. Até quando? - Parte 1

5. A caverna cristalina - Vol. 1

6. As vozes da floresta

7. Perseguição frenética

8. Conspiração na Babilônia

9. Quem dá as cartas?

10. O papel de parede amarelo do meu quarto

11. O núcleo da montanha

12. Em busca das borboletas

13. A vida como ela era

14. Nildrien, o pergaminho

15. Noturno

16. O menino feito de blocos

17. Mentes inquietas

18. Boomerang

19. O segredo da Crisálida

20. Curta-metragem

21. 360 dias de sucesso

22. Ecos da Alma

Amorzinhos

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyrights


Todos os direitos reservados - Copyright ©
Conteúdo autoral. Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!




Tecnologia do Blogger.